terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Problemas de aprendizagem e Distúrbios de aprendizagem


Os problemas de aprendizagem referem-se às situações difíceis enfrentadas pela criança normal e pela criança normal com um desvio do quadro normal, mas com expectativa de aprendizagem longo prazo. Podemos considerar o problema de aprendizagem como um sintoma, e pela intensidade com que este se apresenta fica difícil para o professor diferenciar um distúrbio de um problema de aprendizagem. Portanto estabelecer claramente os limites que separam “problemas” de aprendizagem dos chamados “distúrbios” de aprendizagem, é uma tarefa muito complicada, que fica a critério do especialista na área em que a deficiência se apresenta. Ao educador cabe apenas detectar as dificuldades de aprendizagem que aparecem em sua sala e tentar encaminhar,mas não resolver.
Existem inúmeros fatores que desencadeiam problemas de aprendizagem:
DISTÚRBIOS DA ARTICULAÇÃO:
DISLALIA
Qualquer troca fonêmica na fala ou omissão. As mais comuns são:
/r/ /l/ = barata/balata claro/craro
/b/ /p/ = bola/pola
/f/ /v/ = faca/ vaca
/t/ /d/ = tapete / dapede
/k/ /t/ = (som de ca) casa / tasa
/z/ /s/ = som (za) casa / cassa
/g/ /k/ = gato / kato
Passam desapercebidos pelos pais e às vezes pelos professores. Só vão aparecer na alfabetização. Pode ser qualquer troca ou dificuldade na articulação, que pode ser uma falha na discriminação auditiva (vibração dos sons) ou uma anomalia congênita que causará um distúrbio articulatório e uma inabilidade dos órgãos fonoarticulatórios
SIGMATISMO
Ceceio anterior: é a língua entre os dentes (para fora) pode até causar um problema na arcada dentária. Aparece quando a criança produz o som do “S”.
Ceceio lateral : quando o escape do ar é lateral.
GAGUEIRA: alteração na fluência da fala.Pode se caracterizar por:
repetições = ba....ba...ba...bala;
excitações = ba / nnnnnnnn / nheiro;
bloqueios = não consegue iniciar a emissão ou uma frase ou palavra.
Na maioria das vezes é uma conseqüência do fator emocional.
DISTÚRBIOS DE LEITURA E ESCRITA
DISORTOGRAFIA
Caracteriza-se pela dificuldade de orientação no tempo e no espaço; a criança apresenta falhas de coordenação motora e como resultado, aglutina palavras ou comete omissões; durante o processo de alfabetização, comumente inverte sílabas (per-pre) ou algarismos (32-23) ou troca letras (f-v / p-b).
DISLEXIA
Confunde letras semelhantes na forma (p-q) ou no som (j-g) e também troca sílabas (telefone-tefelone) lê de modo monótono, pouco inteligível, silabando, não entende o que lê.
DISGRAFIA
Não possui senso de direção, sua letra é ruim e seu tônus (força muscular) é irregular, ora muito fraco, ora muito forte.
DISFONIACriança que fica rouca freqüentemente. Fala e lê muito alto.