quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Objetos de Aprendizagem


O uso de Objetos de Aprendizagem como recursos pedagógicos no auxílio ao Ensino

Softwares educacionais trabalham diferentes 
conceitos e componentes curriculares


Desde o surgimento da internet no Brasil para fins acadêmicos, no final dos anos oitenta do século passado, é crescente o número de brasileiros com acesso a rede e que utilizam-na para compartilhar conhecimento.

Com a chegada desta nova forma de comunicação mundial, as investidas em torno dela também aumentaram e a educação acompanhou este avanço ao desenvolver, por meio de pesquisadores, softwares educacionais que trabalham diferentes conceitos e componentes curriculares, que  ficam disponíveis on-line para download ou execução por meio da rede voltados a estudantes público-alvo da Educação Especial, ou não.

É o caso dos Objetos de Aprendizagem (OA), que nada mais são do que recursos pedagógicos digitais de auxílio ao Ensino, que podem e devem ser usados e reutilizados na escola.

Segundo a Profa. Márcia Debieux, responsável pelo conteúdo do terceiro módulo do curso de Tecnologia Assistiva (TA) da Universidade Aberta do Brasil (UAB) em parceria com a Unesp, é muito importante que os educadores conheçam as funcionalidades e façam uso dos OA para desenvolver determinados conteúdos de forma atrativa, dinâmica e muitas vezes lúdica.

“Esperamos apresentar aos professores como trabalhar com estes recursos, destacar a importância de sua mediação no trabalho para a obtenção dos resultados esperados, além de oferecer a oportunidade de verificarem os resultados em sua prática pedagógica”, relata Debieux.

No curso da UAB, três Objetos de Aprendizagem são estudados: Fazenda RivedScrapbook e Viagem Espacial – todos desenvolvidos por pesquisadores da Unesp. O primeiro aborda conteúdos de matemática dos anos inicias do Ensino Fundamental.

O segundo, de acordo com a professora-autora do módulo, é semelhante a um álbum de fotografias, e oferece aos professores a possibilidade de trabalhar com inúmeros conteúdos como a história de vida dos estudantes. “Assim, por meio de um diagnóstico, este educador poderá organizar e sistematizar uma prática pedagógica que vá ao encontro das necessidades ou dificuldades que estes estudantes podem apresentar ou não.”

Por último, o Viagem Espacial trabalha os diferentes níveis de alfabetização.

De acordo com a cursista Andressa de Vargas Rodrigues, estes recursos com animações ajudam o aluno a compreender melhor o assunto tratado. “Eu já conhecia e utilizava o Fazenda Rived, mas os outros dois não. O de alfabetização é realmente muito bom, pois propõe diversas atividades que levam a reflexão sobre o sistema de escrita”, comenta.

Este contentamento de Rodrigues é também partilhado por Clairen Angélica Santiago de Oliveira, também aluna do curso de TA. Para ela, estes três recursos são excelentes para se trabalhar com alunos de diferentes séries ou ciclos, e é possível planejar o uso em todas as disciplinas, pois os temas apresentados sempre se conectam. “Como, por exemplo, o Fazenda Rived, que além da Matemática trabalha Geografia por tratar de localidade, zona rural, zona urbana etc.”

Oliveira vai além, e comenta que é necessária uma mudança de pensamento também, pois muitas vezes os educadores se utilizam dos materiais básicos e esquecem que há a possibilidade de buscar e usar softwares como estes. “Depois de conhecer e manipular estes recursos, penso que posso sempre incluí-los nos meus planejamentos e seminários. Acredito, também, que para uma efetiva aprendizagem é necessário que haja prazer, interesse e alegria no processo de Ensino, que podem ser levados aos meus alunos com o uso dos OA”, finaliza.

CURSO DE TECNOLOGIA ASSISTIVA

Já no terceiro módulo, o curso de TA apresentou outros temas como Repositórios Educacionais Digitais, entre eles o Banco Internacional de Objetos Educacionais (BIOE) e o Portal do Professor.

Segundo Debieux, um dos objetivos principais desta etapa é fazer com o que os professores-cursistas conheçam outros Objetos Educacionais, como vídeos, simulações, os OA etc.

Já no dia 8 do mês que vem, o último módulo do curso será iniciado com o tema “Trabalho com Projetos”.