sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Os 6 papéis equivocados do coordenador pedagógico

  1. 1. Os 6 papéis equivocados do coordenador pedagógico Dagmar Serpa  (gestao@atleitor.com.br) Saiba quais são as atribuições que sobrecarregam o responsável pela formação dos professores e fazem com que ele deixe de realizar suas tarefas essenciais: FONTE: http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar/6-papeis-equivocados-coordenador-pedagogico-634935.shtml? page =0#
  2. 2. O FISCAL
    • Perfil :
    • Ele parece que está na escola só para verificar se tudo está nos conformes.
    • Como evitar:
    • Para se livrar da personalidade fiscalizadora, é necessário um processo de conscientização - dele e do gestor - para que sua atuação seja no sentido de assegurar o bom desempenho docente.
  3. 3. O secretário
    • Perfil:  
    • Conferir listas de chamadas e arquivá-las. Organizar os horários para o uso da biblioteca e dos laboratórios. Escrever as atas de todas as reuniões. Ele faz tudo isso e, não raro, preenche e confere documentos.
    • Como evitar:
    • Questões burocráticas são atribuições de funcionários da secretaria. Cada um faz sua parte para que ninguém fique sobrecarregado.
  4. 4. O Psicólogo
    • Perfil  
    • Quase todo o foco de sua atenção está dirigido aos alunos indisciplinados.
    • Como evitar 
    • Nesse ponto, há uma ressalva. A indisciplina geralmente vem dos alunos que não estão aprendendo e não têm a devida atenção do professor nas suas necessidades de aprendizagem. Nesse caso, o coordenador deve, sim, intervir, pois é sua obrigação cuidar para que a dinâmica da sala de aula inclua a todos e que o professor possa atender à diversidade e ensinar.
    • "É função do coordenador receber a família quando se trata de questões pedagógicas", observa Luzia Marino Orsolon
  5. 5. O Síndico
    • Perfil: 
    • Sua maior preocupação é com o estado do prédio da escola, a quantidade de materiais de consumo e a carência de pessoal.
    • Como evitar: 
    • Cuidar de recursos e infraestrutura é atribuição do diretor e do vice. Conforme os problemas detectados, eles terão de negociar com a Secretaria de Educação reformas, consertos e reforço de pessoal.
  6. 6. O relações-públicas
    • Perfil:
    • Tem gincana, festa junina ou qualquer evento na escola? Ele corta bandeirolas e faz cartazes e convites: 18% dos entrevistados afirmaram que é tarefa da coordenação se envolver nesses tipos de atividades extracurriculares.
    • Como evitar 
    • O coordenador deve orientar a organização de eventos quando esses tiverem relação com os projetos didáticos desenvolvidos pelos professores. Mas veja bem: orientar não é executar.
  7. 7. O Assistente Social
    • Perfil:  
    • De tão tocado com a situação precária da comunidade do entorno, ele envolve-se com os problemas de desemprego e alcoolismo das famílias dos alunos e se empenha em juntar alimentos não perecíveis para distribuir aos mais carentes.
    • Como evitar: 
    • Ações que abram a escola e promovam a interação com a família e a comunidade do entorno - como promover palestras temáticas de interesse geral - são vistas com bons olhos. No entanto, a militância social é iniciativa de outra ordem, que o coordenador pedagógico até pode ter, mas nunca deve ser exercida no horário de trabalho, no qual é sua obrigação se dedicar à formação de professores.
  8. 8. 
    • Apresentação organizada por Lidia de Oliveira Lopes
    Quer ler mais? Veja o artigo na íntegra no site da revista Nova Escola http://revistaescola.abril.com.br/